Marketing de conteúdo estratégico: é claro que funciona!

Esta ilustração captura a essência do marketing de conteúdo para um blog, destacando um escritor em meio ao processo criativo. Com o foco no tema da jardinagem, o cenário envolve o autor rodeado por plantas e ferramentas de jardinagem, enquanto trabalha em um artigo educacional. A luz do laptop iluminando o rosto do escritor sublinha a dedicação e a criatividade envolvidas. Além disso, ícones flutuantes representando o compartilhamento nas mídias sociais simbolizam a disseminação e o engajamento do conteúdo, elementos-chave no sucesso do marketing de conteúdo.

O marketing de conteúdo tornou-se uma ferramenta essencial no arsenal digital de qualquer marca, proporcionando uma maneira de se conectar com o público de maneira significativa, ao mesmo tempo que impulsiona o engajamento e as conversões e cria ativos para a marca, através da integração de conhecimentos sobre a área do mercado e comportamentos do consumidor.

Há uma máxima dentro do mundo publicitário que diz que o marketing de conteúdo reina entre as principais estratégias para uma marca. As empresas usam estratégias de marketing de conteúdo basicamente para gerar reconhecimento da marca, educar potenciais clientes ou clientes já existentes sobre o produto ou serviço oferecido e, assim, estabelecer credibilidade à marca, mostrando que possuem um amplo conhecimento sobre os diversos assuntos relacionados ao que oferecem.

Se você é empreendedor e ainda não aplicou as melhores estratégias de marketing para a comunicação do seu negócio, aprenda mais aqui no post.

Hoje em dia, a experiência do cliente em conexão à produção de conteúdos sejam as principais ferramentas para construir valor às pessoas. E, em um mundo cada vez mais conectado, onde todos lutam por atenção, um conteúdo construído gera melhores experiências. Mas se ouve falar nesse assunto e ainda não sabe exatamente do que se trata, vamos te explicar aqui.

O que é Marketing de Conteúdo?

Marketing de conteúdo refere-se ao processo de planejamento, criação, distribuição e análise de conteúdo com o objetivo de atingir objetivos de marketing específicos. Esse conteúdo pode variar desde posts em blogs, vídeos, podcasts, infográficos, até newsletters por e-mail. É uma abordagem que se baseia no desenvolvimento de vários tipos de conteúdos focados em levar as pessoas a agir, ou seja, comprar e virar cliente.

Por exemplo, uma ação também pode significar a inscrição em um boletim informativo, fazer um pedido, solicitar mais informações, participar de uma newsletter, entre várias outras ações.  Ao contrário da publicidade paga, o marketing de conteúdo usa principalmente abordagens orgânicas para atrair e envolver os clientes.

Cada vez mais, oferecer uma boa experiência ao cliente significa fornecer conteúdo relevante e personalizado para os clientes de uma maneira que funcione e que faça sentido. Seja feito por uma agência de Marketing qualificada, redator interno ou aberta a qualquer pessoa escrever sobre, com certeza, é uma das estratégias mais eficazes pra alcançar uma veracidade e autoridade comunicacional.

Conteúdo estratégico: Por que alinhar ao marketing de conteúdo?

Vamos explorar como o conteúdo estratégico se relaciona com o marketing de conteúdo, abordando sua importância e implementação em uma estrutura otimizada para SEO.

É claro que ter uma estratégia bem estruturada por técnicas de profissionais qualificados de marketing é um caminho mais efetivo para alcançar resultados com essa vertente do mundo digital. O marketing de conteúdo e o conteúdo estratégico são dois conceitos intrinsecamente ligados, com o segundo servindo como um pilar fundamental para o sucesso do primeiro.

O conteúdo estratégico refere-se ao planejamento, desenvolvimento e gerenciamento de conteúdo de forma intencional e orientada a objetivos, para garantir que cada peça de conteúdo contribua para os objetivos gerais de marketing e negócios da marca.

Isso significa deixar o conteúdo sempre novo, relevante e personalizado nos vários pontos de contato que os consumidores usam ao interagir com as marcas.

O conteúdo, neste contexto, inclui recursos escritos e visuais como artigos, postagens de blog, gráficos, vídeos, postagens em redes sociais, entre outros formatos.  Esse tipo de marketing é inerente à publicidade voltada para um primeiro contato do público com uma marca. Ou seja, é um estágio no qual a experiência do cliente é muito importante.

Subdivisões do marketing de conteúdo

Muitas vezes, o marketing de conteúdo é usado como uma tática básica de esquema de funil para atrair clientes em potencial e transformá-los em leads ou clientes, nutrindo-os conforme o interesse vai aumentando.  Ainda assim, os conteúdos publicados por uma empresa que faz impressão em adesivo transparente, por exemplo, também podem ser usados para nutrir relacionamentos já existentes, fazendo um pós-venda bastante eficiente, apesar de ser uma prática menos comum.  Existem quatro tipos de modelos de marketing de conteúdo que incluem, por exemplo, alguns conceitos que já são visualizados constantemente pelos profissionais da área, como:

  • Pago: No pago, o conteúdo fica atrás de um acesso pago ou requer algum tipo de compra para acessar
  • Próprio: Os conteúdos próprios são, por outro lado, aqueles produzidos por uma empresa e publicados em seus próprios canais (site, blog ou rede social).
  • Ganho/ Parceiros:  Os ganhos e os de parceiros são aqueles conteúdos publicados por terceiros. Ou seja, pode ser um conteúdo gerado por um usuário, por influenciadores, por mídias ou até um concorrente que, repentinamente, faz uma ação de parceria para promover o setor.

Por que o marketing de conteúdo é tão estratégico?

O ciclo de compra dos consumidores na internet é um processo cada vez mais fluido, pulverizado e espalhado por vários pontos de contato, nos mais diferentes canais.

Para se adaptar às expectativas do consumidor e acompanhar os concorrentes, as empresas devem criar um grande volume de conteúdo de alta qualidade que possa ser compartilhado facilmente. Destacar-se em meio a um ecossistema de conteúdo exige uma produção de conteúdo personalizado e em grande escala, além de uma publicação constante. Em suma, é necessário que a alta qualidade dos conteúdos seja em volume suficiente para chamar atenção e causar impacto em um determinado setor.

Alinhamento com Objetivos de Negócio

O conteúdo estratégico garante que cada peça de conteúdo produzida esteja alinhada com os objetivos gerais de negócio. Isso significa que o conteúdo não apenas atrai a atenção, mas também trabalha diligentemente para mover os consumidores ao longo do funil de vendas de forma eficaz.

Otimização para SEO

O conteúdo estratégico leva em consideração as práticas de SEO desde o início, garantindo que o conteúdo não só ressoe com o público, mas também seja descoberto facilmente nos motores de busca. Isso envolve a pesquisa de palavras-chave, a otimização de títulos e metadescrições, e a criação de conteúdo de valor que ganhe backlinks de qualidade.

Criação de Conteúdo Direcionado

Com um entendimento claro do público-alvo, o conteúdo estratégico foca na criação de conteúdo personalizado que atenda às necessidades específicas e pontos de dor do público. Isso aumenta a relevância e o valor do conteúdo, incentivando um maior engajamento e ações.

Avaliação Contínua

A estratégia de conteúdo é dinâmica, necessitando de ajustes e otimizações contínuas com base na análise de desempenho. Isso permite uma evolução constante da estratégia de marketing de conteúdo, assegurando sua eficácia a longo prazo.

Atualmente, os profissionais de marketing de conteúdo medem o sucesso observando o tráfego, as classificações de pesquisa e os leads. Mas isso está mudando aos poucos.  Os profissionais de marketing de conteúdo estão cada vez mais focados em outras medidas, como engajamento, taxas de conversão e retorno do investimento realizado.  Por esse motivo, existem ferramentas que ajudam a fazer isso de forma mais simples e intuitiva, otimizando essa função. Por exemplo, há ferramentas de análise da jornada do cliente que monitoram cada interação do cliente com uma empresa e analisam como cada parte da experiência contribui para a ação, como uma venda, conversão ou solicitação de mais informações.

A análise de jornada avalia cada parte do conteúdo com o qual um cliente interage em todo o ciclo de compra e mostra como isso afeta um resultado passível de medição via dados, como uma venda, um novo cliente ou uma conversão.  As equipes mais comuns que trabalham com ferramentas de marketing de conteúdo são aquelas que lidam com a geração de tráfego no site, engajamento, leads e vendas, E é claro que essa avaliação contínua é feita também em nossas estratégias de conteúdo aqui na Agência de Marketing Integrare, através do Social Media Marketing e no nosso Plano de SEO para empresas.

Pesquisas sobre Marketing de Conteúdo Estratégico personalizado

O conteúdo, portanto, desempenha um papel em todas as etapas da jornada do cliente; desde atrair clientes em potencial até construir relacionamentos.  O retorno é alto para empresas comprometidas em fornecer interações personalizadas impulsionadas por conteúdo relevante e de alta qualidade. De acordo com um relatório da McKinsey, empresas de rápido crescimento, geralmente de tecnologia e startups, conseguem direcionar cerca de 40% a mais de sua receita de personalização do que a concorrência.

A importância da personalização no marketing de conteúdo é muito grande. Afinal,cerca de 71% dos consumidores esperam que as empresas façam interações personalizadas, de acordo com pesquisa da McKinsey.

Fornecer o conteúdo que os clientes precisam quando estão prontos para consumir leva a melhores resultados para os profissionais de marketing e, consequentemente, para empresas como um pet center shop. Ainda de acordo com a renomada consultoria, quase 3/4 das pessoas que não tiverem essa personalização atendida tendem a procurar essa característica em outra marca concorrente. Portanto, marketing de conteúdo, personalização e experiência do cliente tem andado juntos e são grandes estratégias aliadas das empresas que querem prosperar e que querem redução de custos

Esse é o poder do conteúdo personalizado.  Isto é, os consumidores respondem muito bem a essa abordagem. Há uma demanda muito grande por conteúdo personalizado e relevante por parte dos clientes, e as empresas já começaram a perceber isso.  O conteúdo alimentado por inteligência artificial, por exemplo, é um dos principais catalisadores e fomentadores da personalização.  As marcas que investem em marketing de conteúdo estão recorrendo atualmente a esse tipo de tecnologia porque querem criar experiências de conteúdo mais personalizadas para seus clientes e mais escaláveis, sem onerar tanto os times criativos.  À medida que a demanda por conteúdo personalizado e de alta qualidade continua, o marketing de conteúdo e a tecnologia necessária para facilitá-lo se tornarão cada vez mais essenciais para empresas de diversos tamanhos.

A proliferação de pontos de contato e dos dispositivos, o “como” e o “onde” da jornada do cliente, também são fatores chave no crescimento do marketing de conteúdo.  A tecnologia de forma geral vem ajudando os profissionais de marketing a acompanhar a demanda por conteúdo personalizado, automatizando muitas das tarefas inerentes à criação e ao planejamento de conteúdo.  Mas a capacidade humana de criação continua sendo um componente essencial da estratégia e da criação de conteúdo que gera valor e traz respeitabilidade.  Conforme as empresas de rastreador veicular com bloqueador via celular, entre outras de áreas diferentes, refinam e melhoram a experiência do cliente, o marketing de conteúdo continuará no centro das atenções.

Considerações finais sobre Marketing de Conteúdo Estratégico

As pessoas demandam por conhecimento e por boas informações. Isso traz respaldo e confiança perante as empresas.  Desse modo, companhias que investem seus recursos em conteúdo estão promovendo uma excelente tática para alcançar o sucesso.  Os formatos abordados neste conteúdo são essenciais para uma empresa de portaria eletrônica, por exemplo, se comprometer mais com aquilo que vai gerar engajamento sem onerar tanto o orçamento.

No entanto, os profissionais de marketing terão que decidir em quais subestratégias a companhia tem mais aptidão para conseguir explorar. Bons conteúdos demandam bons processos, e isso sim pode custar caro.  Porém, a longo prazo, o marketing de conteúdo é, sem dúvida alguma, uma das principais ferramentas para uma empresa se colocar no mercado como um ator extremamente relevante, independentemente do setor. Quando se fala em dinheiro no meio empresarial, executivos e donos de negócio já levam a mão à cabeça cheios de preocupação. Mas as experiências passadas e os dados mostram que o conteúdo é realmente um rei dentro do marketing.

As pessoas querem saber mais dos produtos, de como usá-los, do contexto em que uma empresa que faz serviço de lavagem de carpete, por exemplo, está inserida, como ela se posiciona e que causas defende.  Por isso, há diversos caminhos para explorar em termos de texto, vídeo, infográficos ou qualquer formato.

Portanto, considerando as mais diversas estratégias, é essencial que o retorno do investimento potencial e os custos de produção sejam considerados antes que uma marca se comprometa de antemão com algo que não conseguirá arcar.  É preciso bancar um bom orçamento com as estratégias certas para a implementação de um marketing de conteúdo dar certo. Quem fizer bem isso, estará na frente da concorrência. Esse texto foi  publicado em parceria com a Integrare Marketing, Agência de Marketing de Maringá, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos para empreendedores.


Discover more from Integrare

Subscribe to get the latest posts to your email.


Leave a Reply